Apple iPhone

Médico vê iPhone da Apple como um salva-vidas no futuro da medicina

Enquanto alguns utilizadores do iPhone vêem os seus smartphones como um salva-vidas figurativo, o Dr. Eric Topol colocou o smartphone popular da Apple para tal uso, literalmente, durante um voo recente de Washington DC para San Diego.

Segundo os detalhes do Rock Center with Brian Williams’, Eric Topol usou o seu iPhone em combinação com um AliveCor, um sensor montado no iPhone capaz de fornecer electrocardiogramas clinicamente precisos, para medir os sinais vitais de um passageiro que experienciava graves dores no peito a 30.000 pés. Quando as leituras indicaram que o passageiro estava a ter realmente um ataque cardíaco, Eric Topol recomendou uma aterragem urgente. O passageiro sobreviveu depois de ser levado para o hospital.

Visit NBCNews.com for breaking news, world news, and news about the economy

De acordo com Eric Topol, a proliferação de aplicativos que permitem que os pacientes possam medir e monitorar os seus sinais vitais, representa uma revolução no mundo da medicina. Dispositivos como o iPhone, segundo ele, em breve serão capazes de se conectar com sensores ingeridos ou injectáveis para assim fazer a monitorização do fluxo sanguíneo, níveis de açúcar, hábitos de sono, a frequência cardíaca, e muito mais. Quando um desses sensores capta dados, ele será capaz de contactar o smartphone de um paciente, ou até mesmo um médico do paciente, a fim de alertar o médico e agendar uma consulta.

A comunidade médica está a mover-se na direcção da adopção de tecnologias como estas, incentivada pela utilidade e portabilidade de dispositivos como o iPad mini, mas ocasionalmente bloqueada por preocupações regulatórias.  A outra extremidade do futuro médico que Eric Topol prevê, no entanto, será mais lenta a chegar. Embora os avanços que têm sido feitos em tecnologias sem fio e sensores, a comunidade médica tem sido mais lenta para adoptar esse tipo de dispositivos do que tem sido para adoptar tablets e smartphones.

O ritmo de melhoria nesses dispositivos continua a acelerar, no entanto, e pode não estar muito longe no futuro, quando os utilizadores de smartphones não terão de marcar um compromisso com o médico porque o smartphone já fez isso por eles.

Deixa um comentário!

Powered by http://iphoneportugal.com